guizinhow

O Estudo das Mutações

In Uncategorized on maio 18, 2010 at 3:16 pm

Os estudos das mutações visam fazer uma analise das mutações reversas, que num contexto geral são fontes de uma compreensão importante de como as mutações causam danos ao DNA, desenvolver testes para determinar as propriedades mutagênicas de compostos químicos e a investigação de populações humanas tragicamente expostas a altos níveis de radiação.

Em se tratando de análise de mutações reversas, podemos dizer que ela é usada para determinar se uma mutação resulta de uma substituição de bases ou uma mudança de matriz de leitura, podendo também, nos dar informações sobre como os mutágenos alteram a estrutura do DNA.

A habilidade real dos mutágenos em produzir reversões é complexa e depende de condições ambientais e do organismo testado. No quadro é mostrado mutações reversas que são teoricamente possíveis entre vários agentes mutagênicos.

Outra forma de detectar as mutações é através do teste de Ames.

Bruce Ames, em 1974, desenvolveu esse simples teste, para avaliar o potencial das substâncias em causar câncer. O mesmo é baseado no princípio de que tanto o câncer quanto as mutações resultam de danos ao DNA, e os resultados dos experimentos mostraram que cerca de 90% dos carcinógenos conhecidos também são mutágenos. Então Ames propôs que a mutagênese em bactérias poderia servir como indicador de carcinogênese em humanos.

Exposição a radiação em humanos

A exposição à radiação causa mutações do DNA, sendo hereditária, uma mutação de linhagem germinativa. Além de causar cânceres e outras doenças degenerativas.

Reparo do DNA

A integridade do DNA está sob constante agressão por radiação, mutágenos químicos e mudanças que surgem espontaneamente e por causa da eficiência com que o DNA é reparado, a taxa de mutação permanece baixa. Estima-se que menos de uma em um milhão de lesões ao DNA torna-se uma mutação. Todas as outras são corrigidas.

Existem várias vias complexas de reparo do DNA:

• Reparo de mau pareamento;

• Reparo Direto;

• Reparo por excisão de bases;

• Reparo por excisão de nucleotídeos;

• Reparo das quebras bifilamentares.,

Kahynna Loureiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: